Produtividade: Guia Completo para ser Mais Produtivo

Você já parou para testar diferentes tipos de rotinas e mesmo assim, ao terminar seu dia, ainda sente que poderia ter sido muito mais produtivo? Você tem a sensação de que apesar de fazer várias coisas, você tem dificuldade de concluir seus projetos? Então, você precisa ler o guia de produtividade que preparamos aqui.

Abaixo você vai encontrar 6 dicas para tirar o máximo proveito dos seus dias, através das melhores práticas e maneiras de evitar ficar preso.

Confira o sumário:

1. Três métodos de produtividade (de pessoas bem-sucedidas) que realmente funcionam

2. Como usar Pomodoros para vencer a procrastinação e melhorar o foco

3. Como quebrar seu grande objetivo em tarefas gerenciáveis ​​menores

4. Usando o Índice de Produtividade para se tornar uma máquina de produtividade

5. Como lidar com tarefas aleatórias que aparecem no seu dia

6. Qual deve ser a sua tarefa mais importante? Relacionado ao trabalho? Pessoal? Ambos?

DICA #1: 3 métodos de produtividade (de pessoas bem sucedidas) que realmente funcionam

Imagine o que parece uma tarefa simples: comprar sabão para roupa. O que você encontra é uma cornucópia induzindo a ansiedade de escolhas.

Afinal, temos o sabão puro, suave, super-suave, neutro, neutro e sensível, de alta eficiência, eficiência econômica e suave, frescor radiante e alta eficiência. A lista continua.

Se escolher sabão para roupa é tão difícil, como é que devemos escolher metas de vida importantes?

Isto é o que 99% dos especialistas em produtividade ignoram. Eles se concentram no COMO. Concentram-se em eficiência e eficácia. Eles raramente falam sobre o QUE.

Agora é o momento de começar o negócio que você sempre quis começar?

Agora é o momento de ir tentar a promoção no trabalho?

Ficar em forma?

Viajar pelo mundo?

Superar sua timidez?

Você pode zerar sua caixa de e-mail. Você pode enviar um milhão de currículos na esperança de conseguir um emprego. Mas, se você não está focando nas coisas certas, esse esforço pode ser inútil. É assustador.

Abaixo estão 3 métodos de pessoas bem sucedidas para escolher suas tarefas mais importantes

Se você tem metas diárias ou metas plurianuais, você pode aplicar essas mesmas estruturas.

#1 O MÉTODO DE TIM FERRISS ou o Método “Finalmente”

Este método é nosso favorito e a base para um bom planejamento de Produtividade. Tim Ferriss compartilha seus sábios conselhos sobre produtividade:

“O que você faz é mais importante do que a forma como você faz, e fazer algo bem feito que não deveria ser feito, não é importante”.

Mas como você escolhe no que se concentrar? Tim explica:

  1. Acorde pelo menos 1 hora antes de você estar na tela do computador. E-mail é um assassino mental.
  2. Faça uma xícara de chá ou café e sente-se com uma caneta/lápis e papel.
  3. Anote as 3-5 coisas – e não mais que isso – que estão deixando você mais ansioso ou desconfortável. Muitas vezes, eles são jogados da lista de tarefas de um dia para o outro, para o outro, para o outro, e assim por diante. “O mais importante” geralmente é igual a “mais desconfortável”, com algumas hipóteses de rejeição ou conflito;
  4. Para cada item, pergunte a si mesmo:
  • “Se essa fosse a única coisa que realizei hoje, estaria satisfeito com o meu dia?”;
  • “Será que isso não vai fazer que todos os outros ‘feitos’ não sejam importantes ou mais fáceis de derrubar depois?”.

Por que Método “Finalmente”?

Nós chamamos esse método do método “Finalmente” porque provavelmente há uma lista de grandes objetivos que você arquivou mentalmente, como “eu vou chegar lá algum dia”.

  • Talvez você seja tímido e tenha adiado o desenvolvimento de suas habilidades sociais;
  • Quem sabe você tenha sentido vontade de fortalecer seus relacionamentos por um tempo, gastando mais tempo compartilhando conversas pessoalmente ao invés das mensagens do Whatsapp;
  • Ou talvez você continue fazendo piadas sobre seu peso para se desviar de finalmente ficar saudável e em forma.

Quais são os seus objetivos que você adiou há anos por causa da incompetência de ter que persegui-los?

Portanto, o método de Tim Ferriss pode fazer toda a diferença aqui.

#2 O MÉTODO WARREN BUFFETT ou Método “Queime os Barcos”

No clássico “Pense e Enriqueça” de Napoleon Hill, o autor compartilha a seguinte história:

Um guerreiro levou seus homens por barco para combater a força inimiga em uma ilha. Ele descarregou os homens. Descarregou o equipamento. E então ordenou que seus homens queimassem os barcos.

Em seguida, ele disse: “Você vê os barcos subindo na fumaça. Isso significa que não podemos deixar essas margens vivas, a menos que ganhemos! Agora não temos escolha – nós ganhamos, ou nós perecemos!”

Eles ganharam.

As probabilidades são de que, se pedíssemos que você demorasse uma hora para escrever todas as coisas que deseja realizar em sua vida, você faria uma grande lista.

Mas, a menos que a tecnologia nos dê a capacidade de viver para sempre, não podemos fazer tudo.

Mike Flint, piloto privado do investidor bilionário Warren Buffett, pediu para ele conselhos sobre o que priorizar em sua carreira.

Então, Buffett compartilhou seu método de 3 passos:

  1. Faça uma lista de seus 25 melhores objetivos.
  2. Reveja esta lista e circule os seus 5 principais objetivos.
  3. Agora, separe estas duas listas com os seus 5 melhores objetivos na lista A, e os outros 20 na lista B. Evite a lista B a todo custo até que você atinja todos os seus 5 melhores objetivos na lista A.

Nós gostamos do método Buffet porque ter esta lista de 5 melhores objetivos te dá uma direção clara sobre o que se concentrar, além de uma lista adicional de 20 itens para NÃO se concentrar.

Queime os barcos!

#3 O MÉTODO RUTH CHANG

Digamos que você segue o método de Tim Ferriss ou Warren Buffet e fica preso.

Você tem uma grande lista de objetivos que deseja realizar e você está tendo problemas para reduzir essa lista.

O que você faz?!

Siga o método Ruth Chang:

Ruth Chang é professora de filosofia na Universidade Rutgers. Ela é amplamente conhecida por seu trabalho em “escolhas difíceis” e na tomada de decisões.

Em sua palestra no TED de 14 minutos, ela discute como lidar com a realidade emocional de ter que fazer escolhas difíceis.

Muitas vezes, a parte mais difícil de escolher é o medo de fazer a escolha “errada”.

Medo de perder tempo. Medo de falhar.

O temido FOMO (Fear Of Missing Out, ou “medo de estar perdendo algo”, em tradução livre).

  • Se você optar por começar um negócio agora mesmo, talvez sua vida amorosa tenha um papel secundário;
  • Ou, se você optar por prosseguir sua vida amorosa, talvez essa promoção no trabalho fique para depois;
  • E, ainda, se você optar por escrever o livro que você sempre quis escrever, talvez ficar em forma fique para depois.

A coisa que todos precisamos entender é a seguinte: existem compromissos e sacrifícios.

Como Ruth aponta, aprender a aceitar sua escolha, trabalhar com ela e fazer o melhor que pode ser, é onde o verdadeiro trabalho reside.

Essa é a postura a seguir.

DICA #2: Como usar o Pomodoros para vencer a procrastinação e melhorar o foco

Quando foi a última vez que você se concentrou em uma única coisa?

Sem nenhuma aba aberta, nenhum e-mail aberto, sem notificações ativadas.

Qual foi o momento em que você se escondeu do mundo exterior para se concentrar apenas em sua única coisa?

Uma vez por dia? Ou uma vez por semana? Quem sabe uma vez por mês? Nunca?

Entendemos. É difícil. Um milhão de objetos brilhantes e adoráveis ​​vídeos de cachorrinhos chamam nossa atenção o tempo todo. 

Ao usar a técnica Pomodoro, podemos começar a recuperar nossa capacidade de atenção e fazer coisas importantes.

O método Pomodoro é simples. Trabalhe por 25 minutos e dê uma pausa de 5 minutos.

Vamos chegar à questão “e se a minha tarefa demorar mais ou menos de 25 minutos?” em um momento, mas primeiro vamos manter o método conforme instruído.

Como usar o Pomodoro, Parte 1

Então, digamos que temos o objetivo de conseguir um novo emprego.

Hoje, nossa tarefa mais importante é escrever um e-mail para um conhecido na indústria em que nos interessamos e pedir um horário para uma reunião.

Começaremos por estimar quanto tempo isso demorará ou quantos Pomodoros terão.

Nós estimamos que será 01 Pomodoro, o equivalente a um, ininterrupto, bloco de tempo de 25 minutos, seguido de uma pausa de 5 minutos.

Para preparar esta tarefa, colocamos o nosso telefone no modo avião e fechamos todas as outras abas do navegador.

Esta parte é a chave. Mais uma vez, esta tarefa mais importante é a tarefa que GANHA O NOSSO DIA. Dê o respeito que merece.

Agora, vamos configurar um temporizador por 25 minutos.

Você pode usar o Tomato Timer como extensão no seu navegador para monitorar os tempos e bloquear sites que trazem distrações.

Depois que os 25 minutos passarem, faremos uma pausa de 5 minutos. Esta pausa deve ser relaxante. Isso inclui coisas como:

  • Andar a pé;
  • Meditar;
  • Fazer alongamento;
  • Ouvir música;
  • Fazer uma tarefa mundana e repetitiva, como lavar pratos, dobrar roupa, etc. (assumindo que estas tarefas são relaxantes para você).

Porém, veja as coisas que você deve evitar:

  • Navegar na internet;
  • Responder e-mails;
  • Ficar em Redes sociais;
  • Trocar mensagens de texto com colegas/parentes/amigos;
  • Leitura de artigos.

O ponto da pausa é refrescar sua mente. Quanto menor a atividade, melhor.

Então, agora terminamos nossa tarefa de escrever um e-mail para tentar uma reunião de entrevista.

Nos levou 1 Pomodoro, como estimado. 

Como usar o Pomodoro, Parte 2

No dia seguinte, decidimos que “pesquisar quais as principais habilidades importantes na indústria” é a nossa tarefa mais importante do dia.

Nós estimamos que levará dois Pomodoros (duas de 25 minutos / 5 minutos de descanso).

Novamente, colocamos nosso telefone em modo avião, fechamos nosso e-mail e nos concentramos em completar apenas essa tarefa.

Estamos no meio dessa tarefa e está se aproximando da marca de 25 minutos, mas estamos no flow.

Nós não queremos parar e fazer uma pausa de 5 minutos. Ok! Nós decidimos continuar trabalhando.

Trabalhamos por mais 25 minutos antes do nosso foco começar a diminuir.

Então, bate aquela vontade de assistir um vídeo no YouTube. É hora de uma pausa.

Sugerimos fazer uma pausa mais longa, talvez 10 a 15 minutos para “repor” o tempo que trabalhamos.

Nós também percebemos que precisamos fazer um pouco mais de pesquisa para sentir que esta tarefa está completa.

Nós decidimos trabalhar mais 30 minutos.

Como usar o Pomodoro, Parte 3

Trabalhamos durante 1 hora e 20 minutos nesta pesquisa, o que diremos que é de cerca de 3 Pomodoros.

Nós marcaremos o tempo real a fim de manter a precisão.

Se sabemos que uma tarefa demorará mais de 25 minutos, ainda estimaremos nosso tempo em Pomodoros. Se estimarmos que uma tarefa levará 50 minutos, registraremos como 2 Pomodoros.

Ao longo do tempo, você vai aprender o tempo ideal para quanto tempo você pode permanecer focado em uma única tarefa antes de se distrair.

Logo, o principal ponto de uso do Pomodoros é o seguinte: trabalhe para um período de tempo definido e ininterrupto em uma tarefa seguida de uma pausa de curta duração. 

Se você quiser ajustar seu temporizador por 25 minutos para uma tarefa, 50 minutos para outra, sinta-se livre!

Devemos ter cuidado ao trabalhar por várias horas sem interrupção.

Se você notar sua atenção indo embora, faça uma pausa. 

Ao incluir intervalos nas nossas sessões de trabalho, podemos melhorar drasticamente nossa eficácia.

DICA # 3: Como quebrar o seu grande objetivo em tarefas gerenciáveis ​​menores

Normalmente, quando as pessoas definem metas, elas são muito vagas, como por exemplo:

  • Quero entrar em forma;
  • Eu quero começar um negócio;
  • Eu quero começar um relacionamento.

Porque nossos objetivos são vagos, não sabemos por onde começar.

Então, nós acabamos não fazendo nada.

Ou seja, sucumbindo a clicar em um link no Facebook que nos leva a um artigo da Wikipédia, o que nos leva a pesquisar a extinção dos dinossauros e por aí vai.

Compartilharemos com você como fazer uma tarefa grande e vaga e dividi-la em etapas pequenas e diariamente passíveis de ação.

Milhões de pessoas todos os anos têm sonhos de ter braços fortes e cintura mais fina. Ser mais saudável e praticar exercícios. 

Mas, por onde começar? Qual programa eu sigo? Qual dieta vai funcionar desta vez?

Estar em forma pode ser muito irresistível se você não sabe por onde começar.

Porém, não adianta pular em todos as novas dietas e exercícios da moda, apenas para desistir, pular e procurar outro.

Vamos destrinchar o objetivo muito vago de querer estar em boa forma.

De modo algum somos especialistas em fitness, mas somos bons em reduzir metas em tarefas gerenciáveis. Veja:

DESAFIO #1: Eu não sei por onde começar

Vamos dividir isso em Tarefas Mais Importantes (T.M.I.), que são as únicas tarefas que vão tornar todas as outras irrelevantes ou mais fáceis.

TMI #1: Tire um tempo para determinar a tarefa em questão e porque você sente que é importante.

Então, vamos determinar que queremos parecer o Cristiano Ronaldo, porque queremos nos sentir vibrantes, fortes e confiantes em nosso corpo. Estamos avançando.

Agora é dia 2.

DESAFIO # 2: Qual plano/programa de exercícios e dieta devo escolher?

TMI #2: Escolher os planos.

Agora, vamos parar por um momento.

Incluiremos no TMI #2 duas tarefas:

  • Encontrar um programa de exercícios;
  • Escolher uma dieta.

Então, vamos escolher “Encontrar uma dieta” como a tarefa mais importante para hoje.

No entanto, encontrar uma dieta ainda é uma tarefa vaga.

Devemos nos tornar mais específicos:

  • Comprar um livro sobre alimentação saudável.

Porque também estou me sentindo um pouco ambicioso, transformarei a vaga tarefa de encontrar um programa de exercícios para me matricular na academia. 

Show! Estamos realmente avançando agora.

Nós compramos um livro sobre alimentação saudável e nós nos inscrevemos em uma academia.

Agora, enfrentamos outro dilema para o dia 3.

DESAFIO #3: Cozinhar refeições saudáveis ​​durante a semana.

TMI #3: Cozinhar o cardápio da semana

Esta tarefa de cozinhar refeições saudáveis ​​é na verdade uma boneca russa disfarçada.

Pegue essa grande tarefa e a fragmente.

Cozinhar refeições saudáveis ​​irá envolver:

  • Ir para o supermercado;
  • Preparar a comida para a semana;
  • Cozinhar a comida.

Nossa tarefa mais importante para hoje pode ser a compra de mantimentos.

Se não temos alimentos saudáveis ​​para comer, não podemos comer alimentos saudáveis. 

Logo, ficará assim…

TMI #3: Fazer compras de supermercado para a semana

Então, fomos ao supermercado e até preparamos comida para a semana, evitando os alimentos processados.

Ótimo! Nós não começamos a vida saudável esta noite porque é demais para um dia de trabalho. Totalmente OK!

No dia 4: Pegaremos nossa tarefa incompleta de ontem (cozinhar uma receita saudável).

DESAFIO #4: Cozinhar uma receita saudável

TMI #5: Cozinhar a receita saudável do livro de receitas saudável que comprei

É o fim do dia 4 e pretendemos cozinhar nossa receita saudável, mas acabamos comendo uma pizza congelada.

Não há necessidade de nos martirizar sobre isso. Vamos avaliar o que aconteceu para avançar.

A tarefa de reservar um dia de cozimento, como um domingo à noite, pode ser a solução.

Nunca tente mudar tudo tudo de uma vez. As tarefas de tamanho menor tornam o processo menos assustador e você se torna muito mais produtivo.

Para o dia seguinte, podemos escrever a nossa tarefa mais importante como “jogar fora toda a junk food que tiver em casa” ou “ter um restaurante para pedir almoço pronto” se estiver muito cansado para cozinhar.

Vamos recapitular onde começamos no dia 1 para onde fomos 5 dias depois:

  • DIA 1 TMI – Determine os objetivos fitness
  • DIA 2 TMI – Comprar livro de alimentação saudável
  • DIA 3 TMI – Compras de comida saudável
  • DIA 4 TMI – Cozinhar receita saudável
  • DIA 5 TMI – Livrar-se das comidas industrializadas/junk food

A realização de grandes vitórias é fazer um pouquinho de forma constante + processo de refinação.

Em alguns dias você fará grandes progressos.

E em outros dias você pode acabar jantando pizza.

Se isso acontecer, basta avaliar o dano e tomar medidas para superar o problema.

Seja paciente. Você vai chegar lá.

DICA # 4: Usando o Índice de Produtividade para se tornar uma máquina de produtividade

A principal chave para se tornar mais produtivo é aprender sobre seus hábitos de trabalho e depois melhorar eles. É aqui que a pontuação de produtividade é útil.

Por isso, agora vamos esclarecer como fazer o Índice de produtividade funcionar para você.

O Índice de produtividade pode ser pensado como: “O que eu aprendi sobre minha produtividade hoje e como posso melhorar amanhã?”

Isso porque o ponto chave da Pontuação de Produtividade é sobre a melhoria, você terá alguns dias por semana, onde você marca um 10. Você pode obter o desejo de marcar um 10 por dia. Nós gostamos do sentimento de obter estrelas de ouro, também. No entanto, obter um 10 não é o ponto. Aprender a refinar seus hábitos de trabalho é.

Então, o que você deveria escrever?

Digamos que nossa tarefa mais importante para hoje foi decidir sobre uma ideia de negócio. No entanto, nós não fizemos isso. Obtivemos tarefas secundárias e adicionais, mas não o nosso M.I.T.

Neste ponto, estamos nos perguntando: “O que aconteceu? Por que não decidi uma ideia de negócio? A tarefa foi clara o suficiente? Alguma coisa entrou no caminho? “

Ao fazer essas perguntas, descobrimos que não concluímos esta tarefa antes de partir para as outras e que outras responsabilidades do dia de trabalho assumiram o controle. 

No momento em que chegamos em casa, estávamos exaustos e queríamos fazer atividades de lazer.

Como concluímos tarefas secundárias e adicionais, decidimos que o dia merecia um 5, embora não fosse todo o planejado.

Agora, chegou o dia seguinte e ainda não decidimos sobre uma ideia de negócio! 

Novamente, seguimos o mesmo processo perguntando: O que aconteceu? Descobrimos que não dedicamos tempo suficiente pela manhã para fazer isso, então é aqui que escrevemos:

Com a pontuação de produtividade, queremos identificar os imprevistos que causam problemas para fazer tarefas. A tarefa de decidir sobre uma ideia de negócio realmente pode ser uma tarefa simples. Nós sabemos isso porque nós avaliamos ativamente o que estava acontecendo com nossos hábitos.

Outras ideias sobre o que escrever para esta seção podem incluir:

  • Preciso permitir mais tempo para uma tarefa;
  • Eu subestimei gravemente uma tarefa e preciso dividi-la em pedaços;
  • Eu preciso escolher uma tarefa onde controle o resultado.

Qual a diferença entre marcar 6 ou 7, 7 ou 8, 3 ou 6, etc.?

Isso é inteiramente subjetivo. Você pode fazer um monte de coisas e descobrir que você ainda não se sente satisfeito no final do dia. Não precisa ser severo. Reconheça as coisas que você fez no dia e veja as oportunidades de melhoria.

Como Bill Gates disse:

“A maioria das pessoas superestima o que pode fazer em uma semana, mas subestima o que pode ser feito em um ano.”

Bill Gates

Estamos jogando um jogo longo aqui.

Quando devo me dar um 10?

Se você realizou o seu M.I.T. e você tem aquela sensação de satisfação e empolgação, desde que tenha completado tudo, marque um 10.

Mais uma vez, isso é muito subjetivo. Se você é propenso a se esforçar demais, pergunte-se se você está se concentrando nas coisas certas. Você pode pensar que o seu M.I.T. está brando, quando na realidade o seu M.I.T. deve ser gentil com você mesmo.

Talvez você finalmente tenha reservado a viagem que você sempre quis continuar. Ou quem sabe você finalmente tenha limpado seu quarto. Talvez você finalmente tenha começado a escrever o livro que você sempre quis escrever.

Enquanto  “dias nota 10″ não acontecem todos os dias, você deveria estar se perguntando uma e outra vez: “quais são as coisas que eu adoraria realizar mas postergo? Quais são as coisas que levaram a terminar meu dia sabendo que consegui algo significativo? “

DICA # 5: Como lidar com tarefas aleatórias que aparecem no seu dia

Podemos ter intenções de realizar tarefas importantes durante o dia, mas as tarefas aleatórias inevitavelmente aparecem e nosso desejo de avançar em nossa carreira, ficar em forma e fortalecer nossos relacionamentos se afastam.

É fácil pensar: “Eu só preciso me organizar!”, mas executar pode ser desafiador.

Muitos planejadores se destacam por ser um lugar organizado para nossas listas de tarefas, mas isso não resolve o nosso dilema.

É por isso que continuamos voltando ao mantra de Tim Ferriss: o que você faz é mais importante do que a forma como você faz e fazer algo bem não faz isso importante.

Os obstáculos para completar suas tarefas mais importantes ainda aparecerão.

Seu objetivo é manobrar esses obstáculos constantemente fazendo-se esta pergunta: “como uso o tempo do meu dia e elimino os obstáculos que me impedem de completar tarefas?”

Isso se torna um M.I.T. # 1. Se você pode eliminar um obstáculo que irá limpar a estrada à frente para dar-lhe uma abertura por semanas, meses, se não anos, para obter um trabalho importante feito, faça isso!

PENSAMENTOS

  • Talvez você precise fazer 10 chamadas de vendas e você sabe que isso vai exigir muita força de vontade. Exigirá concentração total, sem distração. Você pode precisar agendar um determinado dia da semana com antecedência com sua equipe/chefe e deixar claro que você não está disponível durante esse período, a menos que o prédio esteja em chamas.
  • Talvez não importe o quão duramente você tente fazer uma tarefa no final do dia, você vem para casa cansado e só quer relaxar. Você pode tentar experimentar executar a tarefa mais importante na primeira hora da manhã;
  • Você sempre quis escrever um livro, mas não encontra tempo. Experimente escrever em momentos de reposição – enquanto se desloca, aguardando compromissos, etc. Pode não ser o maior livro do mundo, mas você vai escrever o livro em vez de apenas falar sobre isso!
  • Você pode dedicar períodos específicos de horários no seu dia para verificar e-mails, ver recados, ou as pequenas coisas pequenas que comem tempo de concentração concentrado?
  • É possível delegar? Você precisa fazer as compras de mercado ou pode usar um serviço de delivery para economizar 1-2 horas por semana? É possível contratar um serviço de limpeza? Você está assumindo uma carga de trabalho muito grande que poderia ser eliminada ou melhor delegada?

Este processo pode exigir conversas difíceis. Pode ser necessário ajustar seus hábitos. Esta é a sua vida de que estamos falando.

O caminho para se tornar a melhor versão de você e viver uma vida de seus sonhos será pavimentado com desafios. Você pode optar por sucumbir com desculpas ou fluir como água à sua volta.

Para citar The Roots, “não dizemos boa sorte, dizemos que não desista!”

DICA # 6: Qual deve ser a sua tarefa mais importante? Relacionado ao trabalho? Pessoal? Ambos?

O Planejador de Produtividade pode se tornar uma outra lista de tarefas organizadas se você não tiver uma sensação geral de sua meta maior.

Enquanto você pode usar o Planejador de Produtividade para o dia a dia, como responder a e-mails, elaborar propostas para clientes, etc., o propósito real do Planejador de Produtividade é realizar ganhos a longo prazo.

Conseguir a sua caixa de entrada em zero pode ser satisfatório em um nível diário, no entanto, você vai olhar para trás em sua vida e dizer: “O que eu realmente me orgulho é quando limpei minha caixa de entrada para zero em 27 de junho de 2020. Foi um ótimo dia! “? Se este é seu padrão para uma vida bem vivida, seu jogo!

Sua tarefa mais importante (M.I.T.) = uma tarefa que o deixaria satisfeito no final do dia (ou mesmo na semana), não importa o que mais você faça.

Se chegar à caixa de entrada – zero se encaixa na imagem maior do espaço de limpeza para otimizar a eficiência do seu local de trabalho e, portanto, leva a uma promoção, então, por todos os meios, foi um M.I.T. bem definido!

É assim que devemos pensar sobre o M.I.T.’s.

Completar esta tarefa mais importante hoje me aproxima de uma melhor versão de longo prazo de mim?

Você pode se sentir realmente satisfeito quando você completar o livro que você sempre quis escrever. Então, escrever 1-2 páginas hoje é um grande M.I.T. porque o leva mais perto desse objetivo.

Você pode se sentir satisfeito quando você está em um relacionamento amoroso. Então, concentrando-se em amar a si mesmo primeiro (comer saudável, ir à academia, participar de passatempos que você gosta, etc.) + buscar oportunidades sociais para se dar a oportunidade de namorar você irá seguir esse caminho.

Você pode se sentir satisfeito quando recebe um aumento. Assim, configurar uma entrevista com alguém alguns passos à frente de você em sua carreira para identificar as habilidades-chave para melhorar é um grande M.I.T. para movê-lo para o objetivo de obter um aumento.

Defina um objetivo, mas concentre-se nas tarefas orientadas ao processo que o moverão para o seu objetivo.

Devo usar o Planejador de Produtividade para objetivos relacionados ao trabalho? Objetivos pessoais? Ou ambos?

Há muito debate sobre quantos objetivos perseguir ao mesmo tempo.

As probabilidades são que se você optar por prosseguir focando no trabalho, otimizando sua aptidão, provavelmente sua vida amorosa irá ficar em segundo plano. Se você está gastando mais tempo com namoro, talvez os objetivos da carreira se fiquem para trás.

Mas e se você quiser fazer os dois?

Primeiro, recomendamos escolher um ou outro para começar. Organize-se conforme o Planejador de Produtividade. Torne-se muito bom na integração da lista de tarefas priorizadas. Acostume-se a estimar e gerenciar seu tempo com Pomodoros.

Se você tentar fazer metas trabalhadas e objetivos pessoais, você estará realmente tentando mudar três hábitos ao mesmo tempo: 

  1. Adaptar o sistema do Planejador de Produtividade;
  2. Alcançar um objetivo relacionado ao trabalho; 
  3. Alcançar um objetivo pessoal. 

Há uma boa chance de você ficar sobrecarregado e não conseguir nenhum desses objetivos. Quantas vezes você criou uma lista de metas gigantes para não conseguir nenhuma delas? É um exemplo clássico do Paradoxo da Escolha. Comece limitando suas opções.

Depois de entrar no ritmo de usar o Planejador de Produtividade para realizar suas tarefas mais importantes, de forma consistente, tanto para seu objetivo relacionado ao trabalho quanto para seu objetivo pessoal, então, comece a incorporar o segundo objetivo – não antes. Tentando começar a cozinhar pratos complexos, como um cozinheiro chefe da Food Network, antes de conhecer o básico, não é realista. Crie uma base sólida antes de tentar fazer malabarismos com vários ingredientes.

Você pode fazer tudo o que deseja fazer. Você só precisa ter paciência.

Alguns outros conteúdos que você também pode gostar:

Ivan Cordeiro Junior
Ivan Cordeiro Junior
CEO e Fundador da Marfin. Engenheiro de Software e Especialista em Marketing Digital com mais de 10 anos de experiência de mercado e dezenas de formações internacionais, incluindo Google e Meta (Facebook).

Compartilhe:

Você também pode gostar: